terça-feira, 22 de julho de 2014

Câmara Municipal sedia Fórum de Desenvolvimento Urbano

Evento destina-se à revisão do plano diretor do município

Na próxima quinta-feira, 24, a Câmara Municipal de Piraju sediará o Fórum de Desenvolvimento Urbano. O evento está programado para começar às 19h. Na oportunidade, o Conselho de Desenvolvimento Urbano avaliará propostas de revisão do plano diretor do município, bem como da lei de uso e ocupação do solo e do código de obras.

De acordo com edital publicado pela presidente do CDU, Flávia Barcala, o prazo para apresentação das propostas terminou ontem, 21.

A Câmara Municipal está localizada na Praça Wilson Biroqui, 5.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Prefeito defende atuação de Sahade

Damato diz que ‘é natural que exista uma reação’

Em entrevista a uma emissora de rádio, o prefeito Jair César Damato (PMDB) foi indagado sobre as críticas direcionadas ao diretor do Departamento Municipal de Saúde (DESAU), José Carlos Sahade. Nos últimos meses, os trabalhos do responsável foram postos em xeque até mesmo por vereadores da base governista.

José Carlos Sahade (FOTO: Expresso Piraju)
Após ouvir a informação de que o nome do diretor está sendo “massacrado” (o termo foi empregado pelo entrevistador), o prefeito disse que Sahade “tem ido às raízes dos problemas”. “Quando se mexe em zona de conforto, em interesses, é natural que exista uma reação”, diz. 

Ao contrário das declarações divulgadas pela imprensa, Damato não tem dúvida de que o diretor tem se empenhado para resolver os problemas do setor.

O prefeito diz que a administração deve observar a atuação dos profissionais que de fato executam os serviços públicos. “A nossa obrigação é dar condição para que os profissionais possam promover atendimento. Quando isso não ocorre, nós precisamos mudar”, conta.

Nessa mesma entrevistada, Damato anunciou a incorporação de novos médicos nas unidades de saúde, bem como no programa de saúde mental, que até o momento continua desfalcado em função do pedido de demissão do médico Luis Fernando Ladeira. 

CCZ realiza visitas para monitorar focos da dengue

Responsável pelo órgão diz que agentes encontram resistência

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) está concluindo o relatório da segunda etapa das visitas domiciliares destinadas ao monitoramento dos focos do mosquito transmissor da dengue e da febre amarela. Desde o início do ano, o órgão já visitou 1.200 residências.

Ricardo Nunes Fernandes (FOTO: Expresso Piraju)
Segundo o chefe do CCZ, Ricardo Nunes Fernandes, o trabalho faz parte da avaliação de densidade larvária (ADL). “Essa avaliação é feita nos meses de janeiro e julho, e tem uma terceira que é feita no mês de outubro. Esse trabalho começou há duas semanas. O pessoal já visitou cerca de 600 casas. Graças a Deus a gente encontrou poucas casas com o foco. Agora essa semana a gente está finalizando esse trabalho”, diz. 

Questionado sobre os imóveis cujo proprietário não é encontrado pelo CCZ, Ricardo informou que, nesses casos, a inspeção fica por conta dos agentes do Programa Saúde da Família (PSF). “A gente tem uma parceira com os PSFs. No ato da entrega de um medicamento ou conversa com o morador, eles já fazem essa visita”, explica.

De acordo com o chefe, há casos de pessoas que, por desconhecimento acerca das funções do CCZ, dificultam o ingresso dos agentes nos imóveis. Segundo ele, muitos moradores acreditam que o órgão apenas emite multas. “A gente quer orientar a população a respeito da dengue”, esclarece.

Até o momento, o município de Piraju conta apenas com casos importados de dengue. Em 2013, conforme ofício da Coordenadoria de Vigilância em Saúde enviado ao vereador Luciano Louzada (PMDB), a cidade registrou 41 focos do mosquito aedes aegypti.