>

domingo, 31 de janeiro de 2016

Diretora presta esclarecimentos sobre a rede municipal de ensino

Responsável pela Educação é questionada sobre diversos assuntos

O ano letivo na rede municipal de Piraju começa nesta segunda-feira, 1º. Segundo o Departamento de Educação (DEDUC), as 19 escolas de ensino infantil e fundamental devem atender aproximadamente 2.900 mil alunos ao longo do ano.

De acordo com a diretora da pasta, Maria Helena de Oliveira Soares, os funcionários da Educação estão preparados para receber os estudantes. “Tanto a secretaria das escolas como os profissionais de apoio realizaram reuniões com os professores efetivos da rede para o planejamento do início das aulas”, diz.

Sobre os serviços de capina, a responsável disse que uma equipe contratada pela prefeitura está realizando o corte de grama em todas as unidades. Outra providência já adotada pelo DEDUC diz respeito ao transporte de alunos. Segundo ela, os veículos receberam manutenção durante o recesso escolar. A prefeitura também aproveitou o período para regularizar a documentação da frota e dos condutores.

Questionada acerca dos monitores de transporte escolar, a diretora informou que a atribuição dos aprovados no processo seletivo aplicado em setembro de 2015 ocorreu na última terça-feira, 26, e que os contratados já foram orientados pelo departamento a respeito dos serviços.

Vale lembrar que o mesmo processo seletivo foi elaborado pela prefeitura para admissão de professores de diversos níveis. Oliveira relata que a atribuição dos aprovados será feita assim que o DEDUC possuir o número de aulas excedentes. “Como está tendo muitas matrículas novas na rede, a gente precisa fechar o saldo de aulas para ver a distribuição de salas. Provavelmente esse levantamento será feito na semana depois do carnaval. Os candidatos podem ficar tranquilos porque cada um será convocado”, explica.

Por fim, a diretora disse que a administração continua apreensiva com o papel do Ministério da Educação (MEC) no tocante aos recursos do FUNDEB. Conforme divulgado, a verba não é repassada de forma integral, sobretudo para viabilizar o aumento salarial do magistério. Apesar disso, garante a diretora, a prefeitura está fazendo todos os esforços para manter os funcionários na rede e promover o pagamento dos servidores sem atraso. 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário: