>

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Vítima de atropelamento, subtenente recebe alta

Acidente ocorreu na última terça-feira, na Rodovia Raposo Tavares

Na última sexta-feira, 4, o subtenente Nielson Aparecido Rodrigues, da Polícia Rodoviária, deixou a Santa Casa de Ourinhos. Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde o dia 1º.

Subtenente Nielson Aparecido Rodrigues (FOTO: Facebook/Arquivo pessoal)

De acordo com o comando da PR de Assis, por ter sofrido uma fratura no maxilar, Rodrigues precisará passar por cirurgia. Além disso, o rodoviário lesionou o ligamento de um dos pés.

ACIDENTE

O subtenente foi atropelado no km 321 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Piraju. O acidente ocorreu na tarde da última terça-feira.

Conforme divulgado, o subtenente e o cabo Moacir Kamaguso estavam trabalhando na Operação 1º de Maio quando foram atingidos, no acostamento, por um automóvel com placas de Ourinhos.

Inicialmente, o automóvel atropelou Rodrigues, que foi arremessado contra Kamaguso, que sofreu lesões nos membros inferiores. Após o acidente, a condutora, Lourdes Ezequiela Betholt Marnes, 49, empreendeu fuga sem prestar socorro.

A motorista foi abordada a 9km do local do acidente pelos rodoviários que estavam junto com as vítimas.

Em depoimento prestado no plantão policial, Lourdes disse que teve sua visão prejudicada pela fumaça expelida por um caminhão que estava na sua frente ao fazer uma ultrapassagem. “Ela retornou para a traseira do caminhão, se perdeu e avançou sobre o acostamento, causando o atropelamento dos dois policiais rodoviários”, diz o delegado.

A motorista que atropelou dois policiais rodoviários foi liberada no dia seguinte após pagar fiança de R$ 500,00. A audiência de custódia ocorreu no fórum de Piraju.

Segundo o delegado Antonio Carlos Correa, a condutora responderá em liberdade por dupla lesão corporal culposa (quando não há intenção de matar) e omissão de socorro.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário: