>

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Júri condena Amarildo de Paula a mais de cinco anos de prisão

Em outubro de 2015, ele tentou matar uma pessoa no Loteamento Boa Vista

O Tribunal do Júri da Comarca de Piraju condenou Amarildo de Paula por tentativa de homicídio. O julgamento ocorreu na manhã de ontem, 13.

Trecho da sentença (IMAGEM: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo)

Na sentença, o juiz de direito Fabio Augusto Paci Rocha fixou a pena em 5 anos, 5 meses e 10 dias de reclusão em regime fechado, sem possibilidade de o réu apelar em liberdade.

No dia 11 de outubro de 2015, Amarildo fez uso de um enxadão para golpear a cabeça de Júlio César Ramos Vieira. O crime ocorreu na Rua 2, Loteamento Boa Vista.

Segundo o Ministério Público, “o réu teria ajudado Geraldo Ramos Vieira, que é tio da vítima, a encontrar seu cachorro de estimação, que havia fugido. Diante disso, como forma de agradecimento, Geraldo convidou Amarildo para tomar cerveja em sua casa, o que foi aceito”. Como Amarildo se recusou a ir embora, o réu iniciou uma discussão com Geraldo.

Ainda segundo a Justiça, “a vítima, que estava repousando em um dos quartos do imóvel, acordou e tentou convencer Amarildo a se retirar da residência. Após uma breve discussão, Amarildo e Júlio foram até a área externa do imóvel. Em seguida, a vítima teria empurrado Amarildo, o qual, em resposta proporcional e agindo com equívoca intenção de matar, apanhou um enxadão e desferiu um golpe com o respectivo objeto na cabeça de Júlio, que caiu ao chão”.

Amarildo fugiu logo em seguida, sem prestar socorro à vítima. Julio foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao pronto-socorro. O MP afirma que “o homicídio somente não se consumou por circunstâncias alheias à vontade do acusado”.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário: